E-commerce e a importância de ter um blog para aumentar vendas

Ter blog está na moda, e talvez “estar na moda” seja muito bom para o seu negócio. Agora, por que criar conteúdo pode aumentar as vendas no seu e-commerce?

Bom, você já pensou que nem todo cliente em potencial que chega até você está pronto para comprar? Chamar atenção apenas com anúncios pode ser um pouco ultrapassado. Afinal, o consumidor tem outras necessidades que a sua empresa também pode suprir.

Criar um blog ajuda não só a atrair novos olhares como mantê-los em atenção sobre você. As informações fornecidas educam a audiência correta. E também, diminui os atendimentos e suportes que podem ser necessários em relação a dúvidas por exemplo.

E-commerce e Conteúdo útil

Mas, a construção e escolha desse conteúdo deve ser o foco, já que ela está diretamente ligada com a venda dos produtos. Então, saiba abordar o assunto referente ao que é oferecido no e-commerce. Quando seu objetivo estiver claro, vale a pena investir no marketing de conteúdo. Tenha em mente: você quer atrair o cliente, ter um diferencial entre seus concorrentes ou fidelizar e educar seu público?

E-commerce e a importância das personas

Acreditar que um conteúdo genérico pode ser a garantia de acerto está longe da verdade. Entender a “persona” auxilia na direção do tipo de texto para o tipo de cliente. Você pode saber mais sobre isso no nosso post Como criar uma persona para o seu negócio.

Depois da junção de cliente e produto, você pode partir para o tipo de material que o seu blog vai apresentar. Por exemplo, se o e-commerce é relacionado a comidas ou produtos de cozinha, apresentar um material relacionado a essa realidade é o que vai atrair.  Abuse de diferentes formatos, talvez não só o texto escrito pode ser a ferramenta mais agradável. Existem vídeos, infográficos e até os podcast. A questão é: como acertar na escolha?

E-commerce; dicas e tutoriais

Já pensou em vender um liquidificador por meio de uma receita que o tenha como instrumento principal? Bom, essa ideia parece boba. Mas, apresentar argumentos válidos sobre o tipo de produto que você deseja vender não precisa ser tão direto e estar circulando nas propostas apresentadas ao seu público. Os tutoriais em vídeos são famosos e normalmente atraem o público com mais facilidade. Isso porque a linguagem é acessível e a construção do material abre precedentes para a criatividade. Cabe saber se o que é oferecido combina com esses tipos de formatos.

Pensar em conteúdo para o e-commerce é pensar no futuro

O conteúdo não precisa circular apenas entre aqueles que já conhecem a sua empresa. Promover o blog permite que novos visitantes e futuros clientes acessem o material e tenham conhecimento sobre você, podendo compartilhar ou falar sobre isso com outras pessoas. Produzir conteúdo online é pensar no futuro, e ainda existem maneiras de explorar todo o tipo de público e avançar ainda mais nesse pensamento. Um exemplo clássico é pensar nos idiomas que estarão disponíveis no blog, como por exemplo ter como opção o Inglês e/ou Espanhol para os textos escritos.

Mas lembre-se, aqui o que conta é a qualidade! Mesmo tendo uma loja virtual que venda centenas de produtos diferentes, falar sobre todos eles seria um erro. Produzir conteúdo é uma forma de atrair o público para conhecer ou permanecer com você e a quantidade de posts não está ligada a isso. Muitas vezes, acertar no tipo de conteúdo, sua linguagem e meio de circulação já é o suficiente. Não sendo necessário descrever todos os tipos de serviços oferecidos.

Gostou do artigo? Então compartilha com os amigos e vem conhecer os serviços da Conteúdo.Freela.

Fontes:

Resultados Digitais

Ciclo Agência Digital

Valéria Vieira

Valéria Vieira

Estudante de Linguística pela Universidade Federal de São Carlos. Magnetizada por pesquisa e comunicação, adepta da cultura do "deboísmo" e entusiasta das causas animais.

Quer falar sobre seu negócio? Entre em contato!