Landing Pages: como aplicá-las no seu negócio

Você provavelmente já ouviu falar no termo “landing page”. Traduzindo, temos o conceito de “página de aterrissagem” e é basicamente para isso mesmo que ela serve: fazer com que o seu público-alvo seja levado para lá e daí decida tomar uma ação.

As landing pages precisam ser convincentes e esclarecedoras, tenha sempre isso em mente quando for construi-las. Mas, você deve estar se perguntando “ok, mas quando eu devo construir uma landing ao invés de um website?”. As landing pages são usadas para ações curtas e promocionais. Por exemplo, você pode recorrer a uma landing page para promover o lançamento de um novo produto, um novo curso, um evento, etc.

As principais características delas são: grande apelo visual e navegação voltada para que convença o público-alvo. Ele deve pensar em uma única ação: preencher um formulário de contato. Atente-se sempre para isso, as landing pages são ferramentas poderosas para gerar leads. Com esses contatos em potencial, você consegue criar um relacionamento, por meio de e-mails constantes e outras intervenções.

Banners e anúncios

É importante dizer também que, para o seu público chegar até sua landing page, você precisa promover anúncios como banners online e, acima de tudo, esses anúncios devem dizer de maneira clara o que o seu público-alvo irá encontrar quando chegar até a landing page. Muitas marcas anunciam algo, mas quando o público chega até à “página de aterrissagem”, o anúncio muitas vezes pode ser interpretado como enganador ou errado.

Estrutura de uma landing page

Como já dissemos anteriormente, uma landing page precisa ser enxuta e simples. Isso não quer dizer que não deva haver detalhes importantes na hora de construir uma. O foco deve sempre ser o formulário de contato e o botão “call-to-action” para aumentar as chances dos seus visitantes se tornarem leads em potencial ao preencherem o formulário. A quantidade de textos deve ser pequena, com informações claras e objetivas.

Exemplo  de Landing Page

Veja aqui a landing page de consultoria da Conteúdo.Freela. Como você pode ver, nos atentamos para um título conciso e esclarecedor com um formulário de contato logo na primeira seção da página, seguido de um botão call-to-action.

Logo após o formulário, temos um texto pequeno explicando como funciona aquilo que estamos oferecendo e para quem a nossa “oferta” pode ser útil.

Esperamos que esse post tenha esclarecido um pouco sobre como as landing pages podem contribuir para promover o seu negócio e, assim, construir relacionamentos sólidos com seu cliente em potencial. Se você quiser colocar isso em prática, veja os serviços da Conteúdo.Freela e entre em contato conosco.

 

 

Raissa Viegas

Raissa Viegas

Graduada em Relações Públicas pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” e Pós-Graduada em Marketing Digital pela FGV Online. Curiosa, apaixonada por café e cachorros, adora uma boa conversa sobre Marketing e Tecnologia.

Quer falar sobre seu negócio? Entre em contato!