Dicas para criar o nome da sua empresa

Veja algumas dicas para levar em consideração na hora de criar um nome de empresa.

Você está abrindo um negócio? Bom, primeiro temos que desejar parabéns e muito sucesso nessa nova etapa. Em segundo lugar, vem a pergunta: “e aí, você criou um nome para a sua empresa?”. Se você ainda está tendo muita dificuldade nessa etapa de criação que exige muita criatividade, o post de hoje é um compilado de dicas e exercícios para você levar em consideração ao criar o seu nome de sucesso.

Assim como no post 5 pontos para considerar ao criar o logotipo da sua empresa. que trouxemos aqui no blog, essa é uma etapa de extrema importância para que você não erre no posicionamento da sua marca e no que você quer que ela represente para o seu cliente. Vamos lá?

O que levar em conta:

  • Personalidade e essência da sua empresa: o ponto de partida é refletir sobre como sua empresa quer se posicionar no mercado diante do público de interesse e, também, diante da concorrência.
  • Características e diretrizes do seu negócio: as pessoas precisam conseguir associar o seu produto e/ou serviço com o nome criado.
  • Perfil de comportamento do seu público-alvo: não pense que só se você gosta do nome, já está tudo certo. Pesquise sobre como se comporta o seu público-alvo e como o seu nome vai representar o seu perfil.
  • Características do seu produto e/ou serviço: o que seu produto e/ou serviço proporciona para o seu cliente? O nome deve deixar essa associação muito bem clara.
  • Análise e mapeamento da concorrência: pesquise os nomes utilizados pelos seus concorrentes diretos e indiretos. Tente seguir uma linha coerente com isso, mas pense em se destacar e ser original.
  • Disponibilidade do nome: de nada adianta encontrar o nome perfeito se ele já está sendo usado por outra marca ou então já possui um domínio na Internet registrado. Preste muita atenção nisso!

Exercícios criativos para a criação do nome de empresa:

  1. Pense em termos que exemplifiquem o que sua empresa quer transparecer para o público (ex: agilidade, simplicidade, sustentabilidade, alta performance, compromisso, irreverência, etc);
  2. Reflita sobre quais sentimentos a sua empresa ou produto desperta no seu público (ex: paixão, liberdade, segurança, afeto, esperança, etc);
  3. Use fontes de inspiração como dicionários, revistas, jornais, Google, etc. Procure por sinônimos de tudo o que você está pensando;
  4. Muitas pessoas utilizam como inspiração palavras com origem grega ou no latim.

O que não fazer?

  1. Fuja de modismos;
  2. Não utilize palavras ou termos impróprios;
  3. Não use nomes com pronúncias difíceis.

E se, depois dessas dicas, você ainda está precisando de inspiração e quer contar com uma equipe mais especializada para cuidar disso para você, que tal conhecer os serviços da Conteúdo.Freela e ver como podemos te ajudar nesse processo?

Raissa Viegas

Raissa Viegas

Graduada em Relações Públicas pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” e Pós-Graduada em Marketing Digital pela FGV Online. Curiosa, apaixonada por café e cachorros, adora uma boa conversa sobre Marketing e Tecnologia.

Quer falar sobre seu negócio? Entre em contato!